Atividades pedagógicas para Autismo

As atividades pedagógicas para crianças e adolescentes com autismo são muito importantes para trabalhar habilidades que facilitam a aprendizagem escolar.

As atividades pedagógicas para autismo contribuem para a aprendizagem e auxiliam no processo de inclusão. Para que isso ocorra, elas precisam estar muito bem estruturadas. Portanto, é preciso considerar algumas peculiaridades como: o nível cognitivo da criança; seus interesses restritos; se é verbal ou não verbal, dentre outras.

Dessa forma, o trabalho com a criança com autismo deve ser multidisciplinar, com fonoaudióloga, psicólogo e psicopedagogo. Esses profissionais precisam estar conectados para garantir que as intervenções sejam feitas de forma organizada, lúdica e integral.

O trabalho multidisciplinar é mais efetivo quando todos os profissionais envolvidos sabem dos potenciais da criança e como está o seu desenvolvimento. Assim, poderão trabalhar para que haja uma melhora efetiva do quadro clínico e a criança com autismo possa desenvolver suas habilidades escolares. 

A importância do psicopedagogo no autismo

Para elaborar as melhores atividades pedagógicas, é preciso, em primeiro lugar, definir qual o principal objetivo para a criança com autismo, naquele momento. Por exemplo, para iniciar um trabalho e fazer um laço com ela, você pode começar se apoiando nos seus interesses restritos. 

Crianças e adolescentes com autismo costumam ter interesse por personagens, figuras, animais, etc. O psicopedagogo pode utilizar esses temas em suas primeiras atividades com a criança. Dessa forma, ele faz uma ligação com ela, começa a criar um vínculo que será essencial para realizar a intervenção psicopedagógica. 

Vale lembrar que é muito importante que o psicopedagogo dialogue com o médico que atende a criança com autismo. É preciso checar se as medicações estão funcionando e se a criança está sendo medicada para ir para a terapia. Muitas vezes, para ela se apropriar das atividades pedagógicas, é indicado que esteja medicada.

O psicopedagogo tem um papel fundamental na avaliação e na condução das atividades pedagógicas no autismo. Veja agora alguns exemplos dessas atividades.

Atividades pedagógicas para Autismo

Selecionamos algumas atividades pedagógicas para ajudar as crianças com autismo a se sentirem bem na escola e a manter os alunos envolvidos e prontos para aprender.

Habilidade social

Uma característica comum no autismo é a dificuldade de se comunicar e se conectar com os colegas. As atividades pedagógicas que trabalham as habilidades sociais ensinam as crianças a reconhecer pistas sociais, praticar empatia, dentre outras habilidades.

Uma atividade divertida, de comunicação em grupo, ensina os alunos com autismo uma habilidade essencial: como se apresentar e aprender o nome de outra pessoa. Reúna os alunos em círculo e comece dizendo seu nome, se apresentando. Depois, peça a cada criança que diga o seu nome e depois aponte para outra criança da classe e repita o nome dela.

Essa é uma atividade divertida que ajuda as crianças com autismo a aprender o nome dos colegas e a fazer novos amigos.

Atividade sensorial com lanches

Como as crianças com autismo costumam ter uma hipersensibilidade, é importante oferecer estratégias para que possam se concentrar nas aulas. As atividades que envolvem estímulos sensoriais mantêm as crianças mais presentes e confortáveis em sala de aula.

Uma maneira divertida de envolver os alunos nas aulas de matemática: dê a cada criança uma bolacha ou algum outro lanche, de preferência com diferentes formas, texturas e tamanhos.

Peça para as crianças separarem os alimentos por cor, forma ou outra característica. Em seguida, use os lanches para ensinar habilidades matemáticas básicas, como contar, adicionar ou subtrair. Ao final, recompense seus alunos, deixando-os lanchar!

Atividades que acalmam

Quando as crianças com autismo se sentem sobrecarregadas, podem perder o controle de suas emoções. Embora a melhor estratégia para esses momentos seja procurar a ajuda de um especialista da escola, algumas atividades ajudam a diminuir as situações estressantes, tais como:

  • Contar até dez ou recitar o alfabeto lentamente.
  • Ouvir músicas calmas e prestar atenção nos diferentes instrumentos.
  • Listar cinco coisas diferentes que se pode ver na sala de aula.
  • Fazer alongamentos simples e se concentrar em como seu corpo se sente.

Aprendizado multissensorial

Muitas crianças com autismo são multissensoriais e não se concentram quando as tarefas envolvem apenas um de seus sentidos. Por isso, as lições que envolvem vários sentidos, como visão, audição e toque, podem atrair mais os alunos. Por exemplo, ensinar as crianças com autismo a ler, usando letras magnéticas ou cantar uma canção infantil para aprender sobre algum tema. 

Atividade que trabalha a diversidade

Reúna todos os alunos no chão, em círculo, e peça a cada criança que diga algo sobre si mesma, como:

“Tenho um cachorro de estimação.”

“Sei tocar piano.”

“Meu aniversário é em setembro.”

“Amo jogar futebol.”

“Minha cor favorita é amarelo.”

Diga às crianças para levantar as mãos cada vez que um colega disser algo que também se aplica a ela. Essa atividade ajuda a mostrar aos alunos que eles têm mais semelhanças do que diferenças.

Se você gostou das atividades pedagógicas para autismo que selecionamos, compartilhe este artigo em suas redes sociais e ajude outros profissionais.

 

Referências:

BARBERINI, Karize Younes. A escolarização do autista no ensino regular e as práticas pedagógicas. Cad. Pós-Grad. Distúrb. Desenvolv. [online]. 2016, vol.16, n.1 [citado  2020-06-02], pp. 46-55 .

Dr Clay Brites

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *