Desenvolvimento psicomotor em autistas por meio de jogos infantis

As crianças autistas precisam de um acompanhamento maior quanto às suas atitudes, principalmente porque elas lidam com o mundo exterior de maneira peculiar, mas que não as impedem de estabelecer uma convivência amplamente harmoniosa.

Para que a pessoa autista chegue a uma determinada idade apresentando certa facilidade em lidar com o outro, as atividades voltadas para o desenvolvimento psicomotor podem ser realizadas desde a infância. Os jogos infantis são ótimas alternativas, pois eles estimulam a criança com autismo nesse quesito e em outros, como a interação.

Veja neste artigo como a psicomotricidade do autista pode ser estimulada por meio dos jogos infantis. Através das dicas colocadas aqui, não só a equipe responsável pela intervenção (tratamento) em seu filho, como vocês, pais, podem estimulá-lo.

Pegar bola

A brincadeira em questão consiste em chamar a criança para jogar uma bolinha até você. Procure estimular o pequeno demonstrando que está interagido com a atividade. O jogo é responsável pelo movimento dos braços e das mãos, além da capacidade de preensão de um objeto.

Cartão animado

Jogos infantis, que incluem personagens, são excelentes para o desenvolvimento psicomotor da criança. A ideia é colar imagens de um herói ou integrante de um desenho animado em cartõezinhos para que a criança possa unir os pares semelhantes (Bob Esponja com Bob Esponja; Peppa com Peppa, etc.). A intenção é fazer com que o pequeno se sinta mais motivado a continuar na brincadeira e, assim, ter sua atenção trabalhada.

Cestinha

O nome já adianta qual é o objetivo da tarefa. O pequeno deve ser motivado a jogar uma bola pequena ou bola de meia em uma cestinha. Isso estimula, assim como o ato de pegar bola, o movimento dos principais membros superiores do corpo, além do foco que a criança pode ter para acertar a cestinha. 

Pescaria

A pescaria é responsável por trabalhar a funcionalidade das mãos da criança autista. Considerando que ela está em fase de desenvolvimento, o ato de estimular sua habilidade manual é bastante válido.  O ato de utilizar peixinhos de papel pode dar a você a possibilidade de variar as cores que comporão os bichinhos.

Argola

Assim como a pescaria, a brincadeira da argola também incentiva o desenvolvimento psicomotor da criança. O pequeno deve acertar as garrafas, que servirão de alvo. É importante que se utilize cores variadas para aumentar o aspecto lúdico do jogo.

Identifique os limites da criança autista

Antes de pensar nos jogos infantis voltados para esse público, é imprescindível que se identifique os limites do pequeno. Como vocês já devem saber, cada autista apresenta uma particularidade.

Isso significa que cada caso deve ser tratado com atenção única. Além disso, outra questão que precisa sempre ser lembrada é que as crianças autistas também podem ficar tempo a mais ou a menos em uma brincadeira. Tudo vai depender do quão inteirada ela estará.

Para que tudo saia da melhor maneira possível, a dica é acompanhar todas as etapas de perto a fim de proporcionar ao pequeno um aprendizado lúdico.

  • EXCELENTES ESSES CONHECIMENTOS PARA OS PROFESSORES QUE ENSINA CRIANÇAS PEQUENAS.RECEBI DOIS
    ALUNOS QUE NÃO FALAR E SÃO GÊMEOS OU SEJA NÃO INTERAGE,MAS NO TERCEIRO DIA DE AULA SENTARÃO NA RODA DE CONVERSA,JÁ ACHEI UM AVANÇO,POIS ELES NÃO SE MOVEM,PERGUNTEI PARA MÃE ELA ME FALOU QUE EM CASA AS CRIANÇAS DIZEM EU NÃO VOU FALAR NA ESCOLA.AMO TUDO QUE VCS ENVIAM TENHO APRENDIDO MUITO.OBRIGADO SUCESSO EMTUDO.

  • Excelentes dicas de atividades para o trabalho com crianças autistas e que podem e devem ser usadas com outras crianças em desenvolvimento. Obrigada!

  • TENHO APRENDIDO BASTANTE COM AS DICAS QUE VOCÊS COMPARTILHAM COM A GENTE ,TEM ME AJUDADO BASTANTE ,
    PARABÉNS PELO ÓTIMO TRABALHO DE VOCÊS. E MUITO OBRIGADA !
    INDIQUEI ESSE CURSO PARA UMA AMIGA ,E ELA ME AGRADECEU MUITO !
    UM ABRAÇO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *