O que os pais podem fazer de objetivo para ajudar o seu filho ou a si próprios?

Inicialmente, apesar de todo o sofrimento emocional, eles devem encarar e enfrentar o problema de frente. Como? Procurando ajuda profissional especializada, competente, atualizada e séria. Como eles podem avaliar isto? Perguntando, solicitando informações de outros e, obviamente, também do profissional. Em outras palavras, nada de cerimônias. Está em jogo o tratamento do seu filho. Além disto, devem estar em contato com outros pais para troca de experiências e vivências e com isto evitar a repetição de dificuldades, erros ou problemas. A criação de uma Associação de Pais e Amigos de Crianças Autistas tem surtido

  • Boa tarde.
    Tenho um neto de dois anos e cinco meses desde q nasceu sempre saudável. E como tds as crianças começou dar suas primeiras palavrinhas cedo e daí pr frente a cada dia falava uma palavra nova.
    Já com dois anos ja falava bem e após alguns meses começamos a notar q ele já n estava falando mto e começou a regredir ao invés de progredir. Então procuramos um especialista (fonoaudiólogo )q nos recomendou procurar uma neuropediatra e logo na primeira consulta ela deu um diagnóstico de TEA. O meu neto e uma criança inteligente tem uma vida normal o problema dele e só a fala pq parou do nada e um pouco de n focar a atenção. Ele está na natação, musicoterapia faz fono uma vez uma vez à fortime e duas vez outra. Bem e mais ou menos isso. Eu preciso saber se isso td q ele está fazendo tem possibilidades de voltar a falar.
    Ele tbm está na creche. Estamos fazendo td q podemos pr q possamos ter um retorno positivo.
    Espero q possam me dar alguma orientação… agradeço e aquardando respostas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *